Presidente do STF suspende investigação do filho de Bolsonaro

Decisão pode ter um efeito catastrófico na Lava Jato e no combate à lavagem de dinheiro pelo crime organizado. 

A pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli (indicado por Dilma), suspendeu a investigação criminal das movimentações financeiras detalhadas – Coaf, Receita e Banco Central – da atuação como deputado estadual do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), a cargo do Ministério Público estadual do Rio de Janeiro. A decisão abrange todas as demais investigações baseadas em quebra de sigilos fiscal e bancário no resto do país sem autorização judicial. 

 

error: