Eunápolis só terá apenas 2 candidaturas fortes a prefeito em 2020

Apesar da intensa movimentação da chamada 3ª Via, batizada de ‘coxinha’ ou ‘fraternos 2’, o cenário eleitoral em Eunápolis para 2020 continua apontando para a polarização entre a prefeiturável Cordélia, apoiada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e aliados, contra apenas a candidatura apoiada pelo PT, o governador Rui Costa (PT) e aliados. Simples assim.

Essa é a conclusão de uma conversa de fim de semana com analistas políticos que estudam o desenho do cenário local. Os demais candidatos entram como meros figurantes neste filme, pesando pouco na balança. 

Cabeça de chapa 

Como dificilmente o prefeito Robério cederá a cabeça de chapa para a 3ª Via, ainda que ele não possa disputar a reeleição devido suas complicações jurídicas, resta ao grupo comandado pelo deputado Ronaldo Carletto indicar o vice, lugar mais longe que os ‘coxinhas’ podem chegar, caso insistam em disputar o campeonato da Série A com a Divisão de Base.

– Mas ainda vamos ver muita água correr debaixo da ponte, dizem os mais experientes.

A análise não leva em conta o eventual afastamento do prefeito Robério do cargo, cenário que precisará ser analisado a parte, uma vez que aí a máquina da prefeitura estará sob o controle do grupo liderado pelo ex-prefeito Neto Guerrieri. O xis da questão nesse caso será a migração dos votos do grupo roberista, que será fragmentado.   

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus.

Reprodução proibida sem autorização do autor.

error: