Funai tem contrato suspeito de R$ 44,9 milhões cancelado

Até criação de criptomoeda indígena fazia parte da sangria aos cofres públicos.  

A ministra Damares Alves decidiu suspender um contrato de R$ 44,9 milhões da Funai (Fundação Nacional do Índio) que incluía a elaboração de mapeamento funcional, criação de banco de dados territoriais e implementação de criptomoeda para populações indígena.